Movimento da Mãe Rainha
Contexto e História

Schönstatt é uma região da cidade de Vallendar, próximo de Coblença, Alemanha. É o centro e origem mundial do Movimento. Diariamente, peregrinos do mundo inteiro vão ao Santuário Original, considerado um lugar mariano de peregrinação.
As pessoas buscam em Schoenstatt orientação e renovação de forças para viver a sua fé Católica na vida diária; e "espalhar pelo o mundo o amor de Jesus". Schoenstatt originou-se com a Aliança de Amor que o Padre Kentenich (1885 - 1968), fundador do movimento, selou pela primeira vez no dia 18 de Outubro de 1914 com a Virgem Maria. O Padre Kentenich passou vários anos no campo de Concentração de Dachau e seu amor pela Igreja foi duramente provado em tempos de pouca compreensão hierárquica às novas correntes espirituais e vitais. Faleceu no dia 15 de Setembro, na Igreja da Adoração sobre o Monte Schoenstatt, em 1968. Por meio da Campanha da Mãe Peregrina unem-se atualmente a Schoenstatt milhões de pessoas em mais de 90 países e presentes nos 5 continentes.
O Movimento, fundado pelo Padre Kentenich, tem como objetivo a renovação religiosa e moral do mundo, por meio da educação de homens novos, por isso, colabora principalmente para as pessoas a conseguirem uma auto-educação a fim de melhorarem as suas vidas e a formarem-se como pessoas fortes, livres e responsáveis.
O centro de espiritualidade do Movimento é o santuário da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, no qual Maria está presente como a grande educadora, com a missão de gerar novamente Cristo no coração de muitas pessoas. Ali ela oferece especialmente a graça do abrigo espiritual, da transformação interior e da frutuosidade no apostolado.
Sua organização abrange todos os estados de vida e todas as idades. Organizado em colunas: sacerdotes, famílias, mulheres e homens. Com graus diferentes de pertença ao Movimento, desde os Institutos Seculares com o contrato jurídico e a vivência dos Conselhos Evangélicos, até os peregrinos que temporariamente visitam o Santuário. São mais de 25 ramificações, formados por pequenos grupos, enlaçados pela Aliança de Amor.
Schoenstatt encontra também vitalidade nos jovens que, dadas as complexidades e as diferenças psicológicas entre os rapazes e as moças, se reúnem em dois ramos distintos: Juventude Feminina e Juventude Masculina de Schoenstatt.

Fonte: Wikipédia